Início » Blog » Ficamos

Ficamos

By Antonio Nóbrega | 15 dezembro 2014 | Sem Comentários


Foto: Rogerio Vieira/Divulgação Auditório Ibirapuera

Foto: Rogerio Vieira/Divulgação Auditório Ibirapuera

 

Um ano! Esse é o prazo que temos para permanecer na rua Purpurina 428, local onde há 22 anos funciona o Instituto Brincante e onde, segundo o prazo que a compreensiva juíza nos deu, completará ainda o seu 23º ano de vida. A  nossa disposição a partir de agora é transferir o Brincante para apenas 10 metros, ou nem isso, de onde está.

Depois de vencido o desafio de ter a casa própria, há uns quinze anos atrás, resolvemos eu e Rosane adquirir as duas casinhas coladas ao Brincante. É lá onde funciona o escritório da nossa produtora, um pequeno centro de documentação e o local de guarda de nosso volumoso acervo. Pois bem, ambas casas têm uma área conjunta de 210 m2, espaço bem mais modesto que os 600 ocupados atualmente pelo Instituto. Daí que para essa transferência teremos de fazer uma muito funcional e inteligente reforma nas casinhas para que possam reabrigar tudo aquilo que cabe no Brincante e o faz funcionar.

Estamos animados. Sobretudo pelos bons sinais demonstrados pela  campanha do #ficabrincante. A partir de agora precisaremos mais de todos. Pois, como se diz por aí, o bicho vai pegar!

E para que esse bicho pegue de verdade, estamos realizando o nosso último ato cultural de 2014. Será no dia 20, próximo domingo (veja aqui o evento do Facebook). Vamos fazer nesse dia, novamente no parque Ibirapuera, em frente à parte externa do seu Auditório, a maior ciranda do mundo!… Uma celebração em forma de roda cirandeira acompanhada de show e da exibição do filme Brincante. Com essa programação estamos querendo agradecer aos amigos todos de todo o país,  especialmente aos paulistanos,  pela  demonstração de apoio, apreço e solidariedade dada ao #ficabrincante. Mas não só! Estaremos também reafirmando o nosso propósito em continuar a realizar espetáculos, produzir eventos, ações lúdicas e culturais, oferecer cursos e oficinas, dançar, tocar, brincar e a ajudar a renovar o homem…no “novo” Brincante. Ainda há muito sonho a realizar…! Pelos dias que o mundo vive, sonho humano é o que parece não fazer falta!

Será uma festa bonita. Tão bonita, certamente, como aquela que pretendemos realizar daqui a um ano na Vila Madalena.

Nessa ocasião, quem parar frente à Purpurina 416 vai se deparar com um quadro comovente e engraçado ao mesmo tempo: uma pequena, simpática e altaneira casinha, cercada, quase engolida, por um carrossel de apartamentos, estará dando o ar de sua graça e de seu esperançoso sorriso…Um sinal de resistência, sem dúvida – apesar do meu desconforto em usar essa palavra – mas sobretudo um sinal de que a estupidez e insensatez humana prevalece, mas não vence!

Ficamos!

 

AN

 

 

PRINCIPAIS ASSUNTOS

FACEBOOK

FLICKR